• RJ 21 2220.0569 | SP 11 3323.5792 |
  • 21 97266.1875

Clínicas Populares são oportunidades de negócio em meio à crise

Postado: 21 de junho de 2019

Clínica Popular


” O preço mais em conta não significa que o serviço é de má qualidade.

O preço das consultas varia entre R$ 80 e R$ 200, dependendo do estabelecimento.


Com a saída de 1,4 milhão de pessoas dos planos de saúde, empresários enxergam na forma de clínicas populares uma oportunidade de negócios. Os estabelecimentos oferecem serviços mais baratos e diversas especialidades médicas. O preço das consultas varia entre R$ 80 e R$ 200.


A empresária Litiane Vasconcelos resolveu apostar na conjuntura econômica para deslanchar o seu negócio. Ela é uma das sócias da franquia da rede DoctorMed de clínicas populares. O espaço foi aberto na Boa Vista, Centro do Recife, em abril de 2016, e conta com 24 especialidades e 32 médicos. Uma média de mil pessoas são atendidas por mês.


O investimento foi de R$ 1 milhão até agora. “Desde que abrimos, estamos em crescimento constante. Um dos motivos para apostar no segmento é a saída dos usuários de plano de saúde e a situação crítica do SUS (Sistema Único de Saúde)”, afirma.


Na Encruzilhada, a Clínica Médica da Família foi aberta há seis meses. Há 12 médicos. O movimento ainda é pequeno, com uma média de 25 atendimentos por dia, mas a empresária Áurea Portela acredita que o cenário vai mudar. “Nosso País está cada dia mais falido. A expectativa é de crescer em um futuro próximo”, diz.


Os consultórios estão cheios de pessoas desacreditadas no serviço público. É o caso da aposentada Josefa Cândida, 65 anos. “Estou com problemas no ouvido. No posto, demora cinco meses para fazer o exame. Resolvi pagar porque é mais rápido”, comenta.



Como montar uma clínica popular. Marketing para clínica.
Clínica Popular InVita Saúde em Nova Matão. Cliente SIMCLIP da MarketMed.

PREÇO


Já a assistente administrativa Erika Mesquita, 25, optou pela clínica popular por causa do preço. “Hoje, não tenho condições de manter um plano. Preciso fazer tratamento dermatológico. Em consultórios particulares, a consulta sai por R$ 200. Na clínica popular, é R$ 80”, relata.


As consultas são mais baratas porque os médicos não têm custos com o espaço nem com propaganda. Essas despesas são de responsabilidade dos sócios dos consultórios. Os profissionais de saúde recebem um percentual do custo da consulta, que varia entre 50% e 70%. Isso também acontece quando eles usam equipamentos próprios para fazer exames nas clínicas populares. Em outros modelos, os médicos podem ser sócios do negócio.


Os empresários estabelecidos no mercado não encaram o momento com otimismo, por causa do aumento na concorrência. “Na Avenida Beberibe, abriram pelo menos seis clínicas novas. Criei grande expectativa com a saída dos beneficiários do plano de saúde, mas o povo está sem dinheiro. Antes as pessoas vinham fazer prevenção. Hoje, já chegam doentes”, afirma uma das sócias da Clínica Central, Sheila Meireles. O estabelecimento funciona há 15 anos na Encruzilhada e realiza cerca de 1.500 atendimentos por mês.


O preço não deve ser um motivo de preocupação.


“Nas ruas, é possível perceber o aumento das clínicas populares. Hoje, estão nos bairros de classe média. O preço mais em conta não significa que o serviço é de má qualidade”, diz o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado, André Dubeux.



| Fonte: Jornal do Comércio Online | MarketMed


Conheça a SIMCLIP – Sistema Integrado de Marketing para Clínicas Populares:

Saiba mais clicando em: SIMCLIP

Publicado por: marketmed

272 visualizações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *